sexta-feira, fevereiro 04, 2005

dias com árvores





macieiras / 2005

embora se aguarde com expectativa a primeira folha continua o encantamento de habitar por momentos um delírio de D. Quixote

4 comentários:

cris disse...

Estas tuas fotos estão fabulosas. As árvores sem folhas são especiais. Parabéns. :)

Anónimo disse...

A maior parte das vezes aproprio-me das palavras de outros que dizem o Belo.

beijinhos
carla marques


Cada árvore é um ser para ser em nós


Cada árvore é um ser para ser em nós

Para ver uma árvore não basta vê-la

a árvore é uma lenta reverência

uma presença reminiscente

uma habitação perdida

e encontrada

À sombra de uma árvore

o tempo já não é o tempo

mas a magia de um instante que começa sem fim

a árvore apazigua-nos com a sua atmosfera de folhas

e de sombras interiores

nós habitamos a árvore com a nossa respiração

com a da árvore

com a árvore nós partilhamos o mundo com os deuses

in " cada árvore é um ser para ser em nós" de António Ramos Rosa e Paulo Gaspar Ferreira, Ed. in-libris, 2002

manueladlramos disse...

são impressionantes as árvores de fruto no inverno mostrando os seus inúmeros nós, cicatrizes, cotos
resultantes de podas repetidas
impressionantes mesmo
é de ficar com os olhos em bico ;-)
manuela (dos dias com árvores)

Post comment :desculpem o eu perguntar: pasárgada who are you? (or was I supposed to know?)

pasárgada disse...

...e a árvore habita-nos a nós com a respiração dela ;-)

manuela, creio que não ?...