sexta-feira, janeiro 07, 2005

1+1

Photobucket
(louise bourgeois)

quando o meu amor vem ter comigo é
um pouco como música, um
pouco mais como uma cor curvando-se (por exemplo
laranja)
contra o silêncio, ou a escuridão...

a vinda do meu amor emite
um maravilhoso odor no meu pensamento,

devias ver quando a encontro
como a minha menor pulsação se torna menos.
E então toda a beleza dela é um torno

cujos quietos lábios me assassinam subitamente,

mas do meu cadáver a ferramenta o sorriso dela faz algo
subitamente luminoso e preciso

-e então somos Eu e Ela...

o que é isso que o realejo toca

(e.e.cummings)

2 comentários:

Miguel Cardina disse...

Belas imagens que por aqui se fixam...

pasárgada disse...

como as palavras desse lado :)